Comunicação ineficaz? Nunca mais!

Comunicação ineficaz? Nunca mais!

Comunicação ineficaz? Nunca mais!

Em 2018, muito se falava da nova logística, que se baseava na ideia da aplicação dos novos recursos tecnológicos para otimizar todos os processos logísticos. Essa nova etapa para o setor logístico prometia mais velocidade, eficiência, comunicação e redução de custos.

Esse movimento foi influenciado pelos avanços da indústria 4.0, cujo os impactos vão além do chão de fábrica. Centros de distribuição, cadeia de suprimentos, processos automatizados e inteligentes, são os principais integrantes dessa realidade na Logística 4.0.

Na logística, é fundamental prezar pela comunicação eficiente para o sucesso do seu negócio. Tendo noção de que esse é um dos setores mais importantes da empresa, já que dele depende todo o processo produtivo e de distribuição dos produtos. Por incorporar diferentes atividades, como: entrada de produtos, armazenamento, expedição, rastreamento de cargas, dentre outras atividades, manter uma gestão eficiente é desafiador.

Por esse motivo, investir na melhoria contínua da comunicação é visto como uma excelente estratégia competitiva, pois a troca de informações mais ágil e transparente, auxilia na tomada de decisão eficiente.

Os impactos para o seu negócio quando não acontece uma comunicação eficiente

A má comunicação no setor logístico gera uma série de problemas, como erros de execução e falhas no decorrer do processo. Dentre os principais impactos, podemos citar:

  • Dificuldade para transmitir informações importantes
  • Tomadas de decisão tornam-se mais complexas
  • Perda do controle das atividades e processos
  • Redução do nível de produtividade
  • Desperdícios de materiais, recursos financeiros e mão de obra
  • Aumento dos custos e perda de posições no mercado
  • Insatisfação dos clientes devido a problemas na entrega de mercadorias
  • Retrabalho

Normalmente, quando essas consequências acontecem, elas geram prejuízos consideráveis e às vezes irreparáveis para o negócio com o decorrer do tempo.

A importância da gestão de cadeia de suprimentos

A cadeia de suprimentos de qualquer negócio precisa ser bem planejada, estruturada e gerenciada, para que em todas as operações haja eficiência e segurança, onde estrategicamente, todos os desafios sejam enfrentados de maneira eficaz e integrada.

Como já sabemos, uma gestão eficiente da cadeia de suprimentos é fundamental para manter o bom fluxo das atividades e operações da empresa. A integração dos processos é ponto importante também, pois evita que gargalos sejam formados. A redução de custos também tem influência, quando praticada uma melhor comunicação entre os setores, já que a tendência é que os erros sejam minimizados e o armazenamento melhorado.

Em suma, uma gestão bem executada resulta em melhorias, como na qualidade do produto final, entrega e, consequentemente, na satisfação do cliente. Quanto maior a otimização nas etapas dos processos, maiores serão os resultados alcançados e a visibilidade do seu negócio no mercado de atuação.

Os desafios na gestão de cadeia de suprimentos

Como nem tudo são flores, dois dos principais desafios na gestão de supply chain são: o transporte de produtos e a distribuição desses produtos. Por se tratar de uma operação de alta complexidade é importante compreender que esses desafios afetam o andamento das atividades da cadeia de suprimentos como um todo.

O cenário de transportes no Brasil depende de infraestrutura adequada para que a sua execução ocorra de forma racional para obter melhores resultados, pois ainda existem muitos problemas envolvendo modais, principalmente o mais utilizado, que é o rodoviário, como:

  • Altos valores dos impostos cobrados nas movimentações de carga
  • O exorbitante preço dos combustíveis, que frequentemente sofre reajustes
  • Distâncias que separam o fornecedor do produtor, o produtor do distribuidor, o distribuidor dos pontos de vendas, e estes do cliente final;
  • Roubo de cargas
  • Atrasos na entrega

Outros desafios que abrangem a supply chain são a integração com fornecedores, a boa comunicação entre os setores internos (principalmente entre o setor de vendas — que controla os pedidos — e o de estoque).

Independentemente do setor, a comunicação eficiente entre todas as áreas é obrigatória. Afinal, um departamento precisa do outro para que as operações fluam bem.

Por essa razão, ferramentas de TI ajudam a modificar esse cenário, agilizando a elaboração dos planos de reposição e favorecendo as compras em tempo hábil e por melhores preços, além de influenciar positivamente todas as outras operações da cadeia e evitando os 5 maiores problemas da gestão de uma cadeia de suprimentos

Por isso, a identificação de gargalos na cadeia de suprimentos mostra-se cada vez mais necessária. Pensando nisso, listamos cinco problemas na gestão da supply chain que o seu negócio precisa estar atento para não cometer!

1.  Estratégias desalinhadas na cadeia de suprimentos
Utilize ferramentas tecnológicas a seu favor! É possível fazer previsões assertivas com base nos dados de vendas da sua empresa em períodos anteriores, que podem ser facilmente obtidos por meio de relatórios de resultados, aplicando comparações de crescimento de datas antigas. Essas previsões de demanda possibilitam que você se prepare para imprevistos, falhas, defasagens e possíveis variações no mercado por conta de fatores externos ou internos. Lembre-se que é nesta etapa que você deve obter total controle dos seus fornecedores e relacionar com o início correto de todos os seus processos.

2.  Falha ao integrar toda a equipe envolvida na cadeia logística
Otimize o planejamento estratégico da sua empresa, envolvendo as fases de operação, produção, organização, vendas, marketing e até mesmo as finanças. Isso faz com que a gestão da cadeia de suprimentos não tenha defasagens por falhas de comunicação entre os departamentos envolvidos nas etapas do processo, sem contar que um trabalho em equipe alinhado às perspectivas da operação é possível:

a) reduzir custos operacionais

b) melhorar a produtividade dos processos

c) gerir o estoque de modo que beneficie toda a cadeia de suprimentos

3.  Falta de visibilidade e controle da cadeia de suprimentos
Para resolver este problema, é necessário unificar toda a gestão em um único sistema, isso facilita a visualização de cada etapa do processo e oferece informações mais específicas para uma tomada de decisão assertiva. Muitas empresas “não contam” com a informação relacionada em cada elo da cadeia e isso acaba dificultando que a boa gestão seja feita nos processos produtivos, principalmente na gestão do estoque.

4.  Prognóstico com baixa assertividade
Nem oito, nem oitenta! A falta de controle e visibilidade dos seus produtos, seja em estoque ou em excesso, são prejudiciais à operação e desestabilizam a cadeia de suprimentos. Para evitar este tipo de situação, invista em uma integração do seu sistema de gestão de supply chain com o dos seus fornecedores, pois assim, eles podem otimizar a produção e adequá-la aos seus resultados de vendas. Quem sabe, até produzir à medida do que for vendido. O ponto chave aqui é que ambas as empresas estejam sincronizadas (integradas) por meio de um sistema tecnológico inteligente e automatizado.

5.  Não usar a tecnologia a favor do seu negócio
É sério! A resistência à contratação de ferramentas tecnológicas, impede a realização de processos que necessitam cada vez mais de digitalização, automação e inovação. Essa não precisa ser a história do seu negócio! Pesquise o mercado — há diversas opções oferecidas e a sua empresa pode optar pela que esteja mais alinhada com suas regras de negócio. Vale dizer, que ao solucionar mais problemas com uma mesma ferramenta, maior é o retorno sobre o investimento para a empresa 😉.

Integração da TI à gestão de cadeia de suprimentos

A integração de TI à gestão de cadeia de suprimentos é uma tendência no mercado e traz importantes benefícios à empresa. Com a TI, a gestão de cadeia de suprimentos mantém somente as atividades que realmente agregam valor ao trabalho. Entre alguns recursos de TI disponíveis, estão:

  • Softwares de gestão (ERPs completos ou em módulos)
  • IoT (internet sobre as coisas,comunicação)
  • WMS (sistema de gerenciamento de armazéns)
  • TAS (software de gestão e gerenciamento de transportes)
  • TMS (sistema de gerenciamento de transporte)
  • DMS (sistema de gerenciamento de entregas)
  • Voice-picking (dispositivos eletrônicos que permitem aos profissionais responsáveis pela separação das mercadorias receber orientações remotas)
  • Equipamentos diversos (Drones, robôs e máquinas que organizam o armazém, esteiras motorizadas, roteirizadores, rastreadores, sistemas de monitoramento integrados ao veículo, entre outros)

Como pôde perceber, a comunicação eficaz na logística é importante para o funcionamento da empresa de um modo geral. Por isso, é preciso cuidar para que o repasse das informações seja claro, objetivo e acessível, garantindo tomada de decisões assertivas, pleno funcionamento das operações e ganho de diferencial competitivo no mercado.

A Aware Logistics é uma empresa que pode ajudar o seu negócio. Nosso propósito é ajudar empresas brasileiras a serem reconhecidas mundialmente pela eficiência logística por meio da tecnologia. Para isso, criamos uma plataforma que possibilita a gestão do transportes até a eficiência das entregas, monitorando as operações em tempo real e centralizando todos os dados e comunicação com o melhor da automação logística para a sua empresa. Como consequência, otimizamos processos logísticos, geramos ainda mais produtividade no trabalho e reduzimos custos da sua operação.

Por isso, caro leitor, conte com a Aware como seu parceiro logístico tecnológico eficiente e leve os melhores serviços de gestão logística moderna e automatizada para sua empresa com quem é referência de solução logística descomplicada clicando aqui.

Mayara Silva
Técnica e graduanda em Logística – Especialista e colunista de logística e inovação na Aware.

marca-aware

“Não basta saber, é preciso aplicar.
Não basta querer, é preciso também agir.”
– Goethe

Oi, caro leitor! ((: Este post foi interessante para você? Então, siga nossas redes sociais e acompanhe mais conteúdos! Estamos no Facebook, Instagram e LinkedIn.

Share on facebook
Facebook
Share on xing
Instagram
Share on linkedin
LinkedIn